Gareca diz que Guerrero está ”muito bem fisicamente”, mas não confirma escalação

A pergunta foi logo a primeira da coletiva. Na véspera do confronto entre Peru e França, os jornalistas queriam saber do técnico Ricardo Gareca se Paolo Guerrero voltaria ao time titular. O capitão iniciou a estreia na Copa do Mundo no banco – a equipe foi derrotada pela Dinamarca.

O questionamento direto não agradou o ”professor”. O argentino foi curto e grosso e apenas disse que não definiu o equipe. Também foi questionado se Cueva seguirá como batedor de pênaltis após a cobrança desperdiçada na estreia. Também não gostou.

– Não definimos o time. E não posso responder sua pergunta – resumiu.

Guerrero foi o último jogador a iniciar a preparação do Peru para a Copa, já que teve que brigar na justiça suíça pela liberação. Ricardo Gareca, no entanto, nega que seu camisa 9 não esteja bem fisicamente.

– Paolo está bem fisicamente. Foi uma decisão minha (colocá-lo no banco). Foi o último jogador a se juntar. Mas no aspecto físico está muito bem.

O jogo diante da França, nesta quinta-feira, é chave para as aspirações do Peru no Mundial que marca seu retorno após 36 anos. Apesar das dificuldades que enfrentará diante de um rival tradicional, Gareca não abre mão de suas convicções. Promete um time em busca da vitória, sem retranca.

– O Peru vai sair como sempre. Estamos há três anos na seleção e vocês sabem como é. Cada compromisso, com circunstâncias diferentes, mas com a ideia pontual. Sair para ganhar em qualquer cenário, contra qualquer rival. Respeitamos a França, candidata a ganhar a Copa. Mas estamos acostumados com essas situações. Com situações de limite, vocês viveram com a gente.

Peru e França se enfrentam nesta quinta-feira, no estádio de Ecaterimburgo. A partida será às 12h (de Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *